E aí mano, de boa? Se liga quem tem o costume de ver a letra das músicas japonesas já deve ter reparado que a palavra く é muitas vezes escrita como ゆく. Essa é na verdade uma das perguntas que eu mais recebo, e por isso resolvi fazer esse post! Cola aí pra aprender!

行く, uma palavra popular do… Tâmil?!

A origem da língua japonesa ainda é um negócio bem treta de ser definido. Tem meio que um consenso entre os nerdões que estudam linguística que o japonês é uma língua isolada, ou seja, ele não tem relações com outras línguas conhecidas. Porém tem outras hipóteses sobre a origem do japonês e uma delas, chamada クレオールタミルせつ (teoria do tâmil crioulo), argumenta que o japonês é na real uma língua que nasceu do Tâmil, um idioma de origem indiana que ainda hoje é a língua oficial do estado de Tamil Nadu e de países como Singapura.

Essa hipótese é bastante criticada e, particularmente, eu nem compro muito essa ideia. Mas como o povo Tâmil estava num ponto estratégico pro comércio e o japonês já é conhecido por incorporar palavras de vários idiomas, acho perfeitamente possível que em algum momento da história o Tinder da geografia deu match e, de alguma forma, os povos fizeram um troca-troca de língua. O fato de algumas palavras no japonês serem parecidas com as do tâmil (até teve uma discussão sobre isso no Quora, em inglês) até contribui pra ter esse tipo de pensamento, manja?

Uma dessas palavras é ஏகு (eku), que tem o mesmo significado de く, “ir”, e que por isso pode ter dado origem à palavra, claro que respeitando as normas de conjugação do japonês antigo e pá!

 

O que veio antes, いくou ゆく?

diferença entre いくゆく

Mano, é óbvio que toda essa história sobre o 行く ter vindo do tâmil não passa de uma especulação que se pá nunca vai ser verdadeiramente confirmada. Mas a real é que, independentemente da sua origem, 行く é uma palavra antiga pra carai! Pra você ter uma ideia, o まんようしゅう, uma coletânea de poemas japoneses que começaram a ser escritos quando o Muca Muriçoca ainda era jovem, já apresenta essa palavra tanto com variações que começam com い  quanto com ゆ!

Por isso não dá pra saber qual é a forma original. O que é aceito hoje em dia é que いく e ゆく são variações fonéticas de uma mesma palavra e que ela poderia começar com い, ゆ ou algum outro som que a gente nunca vai saber por não ter sido registrado de forma escrita.

De qualquer forma antigamente ゆく era mais comum do que いく, ao contrário do que acontece hoje em dia, e por causa disso bastante gente argumenta que ゆく é mais antiga!

 

Diferenças entre いく e ゆく

いく e ゆく significam a mesma coisa, “ir”. Porém existiam algumas tendências no utilização dessas palavras que influenciaram o modo como a gente usa hoje em dia. Se liga!

Diferenças contextuais

Na maioria dos casos, いく era mais usado em situações que “ir” representava uma ação objetiva, ou seja, algum bagulho que você conscientemente faz como por exemplo ir pra algum lugar. Já ゆく era mais usado em situações que representavam um estado de transição de fenômenos naturais, como por exemplo dizer que “vai amanhecer”, ou seja, transicionar naturalmente da noite pro dia.

Mas isso não é uma regra, tá ligado? É só uma tendência, algo que era comum ser visto, mas nada impedia de usar いく pra situações naturais também e vice-versa.

De qualquer forma essa tendência se manteve até hoje, e se você observar as expressões que usam ゆく vai se tocar que a maioria tá relacionada ao estado de transição de fenômenos naturais.

Ausência de 促音便 em ゆく

促音便そくおんびん é a mudança no som que faz com que palavras que terminem com き, ち, り e い  passem a perder o som e ter 促音そくおん ao estarem juntas com partículas ou verbos auxiliares. Por exemplo, o 連用形れんようけい de 使つかう (usar) é 使つかい, e aí quando tá junto com a partícula て vira 使つかって. Isso é o que acontece com いく, que muda pra いき no 連用形れんようけい e vira いって quando tá junto com o て!

No caso de ゆく o que acontece é o イ音便, ou seja, o som muda pra い quando vai se conectar com partículas ou verbo auxiliar. É o que acontece, por exemplo, com o verbo く(escrever), em que o 連用形れんようけい é き mas que muda para いて quando conectado à partícula て! Por isso ゆく vira ゆき mas tem o som transformado pra ゆいて quando tá junto com uma partícula ou verbo auxiliar, manja?

Essa simples diferença no som da palavra dava aos escritores liberdade pra escolher qual que se adequava melhor ao estilo que ele estava escrevendo, e isso contribuiu pra que, durante a evolução da língua, as duas formas continuassem sendo usadas!

 

Como usar いく e ゆく atualmente

Esses dois fatores influenciaram o modo como a gente usa essas palavras atualmente, tá ligado? É por isso que hoje em dia ゆく soa mais lírico e não é tão usado nas conversas normais, manja? Não é à toa que ela é usada pra carai em músicas, como por exemplo em ながれゆく世界せかいなかで, música TOP da TOKYO SKA PARADISE ORCHESTRA junto com o MONGOL800:

Se liga também que o ゆく é usado pra formar a expressão ながれゆく, que tem um sentido semelhante à うつわる e passa o significado de mudança, ou seja, segue aquela tendência do ゆく de sempre colar em coisas que representam transições naturais!

Por isso, embora seja possível e gramaticalmente correto você dizer tipo 彼女に会いにゆく, numa conversa normal é muito mais comum e natural você dizer que vai encontrar sua mina usando o verbo いく! Então é meio que “errado” usar ゆく pra tudo atualmente, manja? Ela não é uma palavra considerada normal pros tempos atuais!

E já que é assim, uma boa regra é: em situações normais usa いく, e em situações que requerem mais lirismo ou que você quer enfatizar o caráter transitório de algo, usa ゆく! Fazendo assim é só sucesso, mano!

 

Expressões que usam só ゆく

Mesmo assim ainda hoje existem expressões que são consideradas corretas e mais comuns com ゆく, se liga!

  • ゆく年: ano que passa
  • 暮れゆく: desaparecer, esvair
  • ゆくえ: paradeiro
  • ゆく末: destino (literalmente o futuro que está por vir)
  • ゆくゆくは: um dia

E várias outras!


Aí mano, espero que a diferença entre いく e ゆく tenha ficado mais fácil de entender!

É nóis!

SE LIGA!
Aí, se você gosta do conteúdo cola lá no APOIA.se e se torna um patrocinador do projeto TA68MADA! Tem um monte de benefícios pra quem faz a correria junto, então vê lá e vamo que vamo!

PATROCINE O PROJETO AQUI!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *