Coé man, beleza? Aí, você com certeza já teve contato com ます, né não? Infelizmente é uma das primeiras coisas que a galera que tá aprendendo japonês tem contato, e inclusive tem cursos e apostilas que fazem o vacilo de ensinar verbos já com o ます colado!

Então como é um bagulho que tá super presente desde o começo eu vou usar o post de hoje pra te ensinar TUDO o que você precisa saber sobre o ます! Se liga aí!

O que é o ます?

Aí. eu sei que é bem comum ver uma galera ensinando tipo “ainn o verbo ler em japonês é みます” e tal, mas não mano, não é. Tá errado e ponto final.

O motivo pra estar errado é muito simples: ます é um tipo de palavra chamado 助動詞じょどうし, que geralmente é traduzido como “verbo auxiliar”. Ou seja, é um verbo que, ao ser usado, atribuí algum tipo de significado ao que está sendo dito mas que, sozinho, não significa nada. Outros exemplos de 助動詞じょどうし incluem たい, pra dizer que você quer algo, ない, que passa as coisas pra forma negativa, た, que coloca as coisas no passado e a cópula です.

É por isso que みます não é o verbo ler, mas sim a combinação de duas palavras: o verbo ler (む) e o verbo auxiliar ます!

Agora se liga, se 読む já significa “ler”, então pra que serve o ます? Simples: ます tem a função de incluir no que tá sendo dito o senso de 丁寧, que significa educado, cortês, tá ligado? Ou seja, o ます mostra que você respeita o interlocutor, manja? É por isso que geralmente quando você tá num ambiente de trabalho ou quando você acaba de conhecer e tal você usa ます! Você não é íntimo manja? A pessoa não te deu liberdade e pá, por isso usar uma forma um pouco mais neutra é melhor.

Isso, aliás, é bem parecido com o português. Ninguém cola no chefe e fala “coé cuzão, qual é a boa de hoje?”. Contextos específicos demandam um vocabulário específico, e como a gente já tá acostumado com isso no português é bem boi se acostumar no japonês também!

Vale lembrar que existem alguns verbos cuja forma final termina com ます. Porém isso é uma coincidência, e, por isso, mesmo esses verbos passam a ter o ます acoplado pra dar a nuance de respeito. Pra ficar mais claro, se liga no exemplo:

はげます verbo que significa incentivar, encorajar
はげまします verbo はげます + ます, passando a nuance de respeito.

 

Origem do ます

A origem do ます é meio treta de entender, mas tem meio que um consenso de que ele surgiu a partir de uma conjugação do verbo まゐる usando o 助動詞 da gramática do japonês antigo (que no japonês atual virou させ ou せ), que indica que algo foi feito ou aconteceu por influência do sujeito da frase.

No caso do まゐる, a conjugação ficava まゐらす, e a partir daí foi evoluindo e encurtando até chegar em ます!

Independentemente da sua origem, ます acabou tendo um papel super importante na forma como o japonês atual é falado de forma mais educada! Isso porque além de ele passar a nuance de educação, ainda contribuiu pro surgimento do です, já que ele nada mais é do que um encurtamento de であります ou でござります!

 

Como conjugar o ます

ます é conjugado como um verbo normal. Se liga!

未然形みぜんけい連用形れんようけい終止形しゅうしけい連体形れんたいけい仮定形かていけい命令形めいれいけい
ませ
ましょ
ましますますますれませ
まし

Sabendo isso fica fácil. Por exemplo, pra passar pro passado é só pegar o 連用形 e colar o 助動詞 que representa ações que já foram concluídas, ou seja, o た!

E da mesma forma que nos outros verbos, pra passar pra forma negativa é só colocar em 未然形 e colar o 助動詞 que representa negação. Só que aqui tem uma pegadinha! Atualmente o 助動詞 de negação mais comum é o ない, mas o ます ainda usa a versão mais antiga ぬ com o som modificado pra ん!Por isso não fica まさない, mas sim ません.

Como os 助動詞 ない e ぬ funcionam da mesma forma, pra passar pro passado quando tá usando 丁寧語ていねいご também é igual! Então, como ない vira ないでした, logicamente ません vira ませんでした!

 

Como usar o ます

Pra colar o ます nos verbos é bem fácil: basta você passar o verbo pro 連用形れんようけい e depois colar o ます!  Ou seja, 読む fica 読み+ます e vira 読みます! Essa é a famosa Forma MASU e, como é um bagulho simplão, é o que geralmente a galera ensina. Só que na real isso só mostra como colar o ます no verbo, e não como usar numa situação real! Aí por causa disso eu vejo uma pá de gente que tá iniciando usando ます de uma forma bem nada a ver!

Por isso se liga, pra usar o ます da forma correta em situações reais você precisa prestar atenção na função do verbo!

A função do verbo

ます é normalmente ensinado com frases curtinhas que só tem um verbo, como por exemplo:

パンをべます。

Exibir romaji e tradução
Pan wo tabemasu.
Eu como pão.

Até aí beleza, nada de errado. Mas e se você quiser dizer “Eu como o pão que minha mãe fez”? Pra isso você vai ter que enfiar mais um verbo na frase, e aí geralmente quem tá aprendendo faz tipo:

かあさんがつくりましたパンをべます。

Exibir romaji e tradução
Okaasan ga tsukurimashita pan wo tabemasu.
Eu como pão que minha mãe fez.

Os caras provavelmente pensam: “hmm, ます torna os verbos mais educados, então se eu quero passar uma imagem de respeitoso eu devo enfiar em tudo quanto é verbo que eu ver pela frente”. Até dá pra entender, mas não é assim que funciona mano.

Se liga, pra saber onde colocar ます você precisa saber qual é o verbo que conclui a ideia principal do que você tá falando. Em outras palavras, você precisa saber qual é o verbo que forma o predicado daquilo que você tá falando.

Na frase do exemplo, “o pão que minha mãe fez” não é a ideia principal. O que eu realmente quero dizer é que “Eu como algo”, sendo esse algo “o pão que minha mãe fez”, e por isso o verbo que conclui o pensamento da frase é o “comer”. Sendo assim, a forma correta de dizer em japonês é:

かあさんがつくったパンをべます。

Exibir romaji e tradução
Okaasan ga tsukutta pan wo tabemasu.
Eu como pão que minha mãe fez.

Eu podia ter pego o caminho mais fácil e ter dito que como o japonês é um idioma em que os complementos vem antes do verbo e que, por isso, o último verbo da frase é o que sempre vai exercer a função de predicar e, consequentemente, é o que recebe o complemento do ます. Embora seja uma explicação perfeita pra analisar textos formais e bem escritos, ela não serve pra muita coisa se o seu objetivo for deixar de falar o mesmo japonês que as apostilas. Isso porque no mundo real você vai se deparar com frases tipo:

べますね、おかあさんがつくったパンを

Exibir romaji e tradução
Tabemasu ne, okaasan ga tsukutta pan wo.
Ah, o pão que minha mãe fez eu como sim.

Tecnicamente nesse exemplo existem duas frases em que o  tá sendo usado. Organizando de forma a mostrar o conteúdo, ficaria tipo

(∅ = わたしは)べますね。おかあさんがつくったパンを(∅ = べます)

Exibir romaji e tradução
(Watashi wa) Tabemasu ne, okaasan ga tsukutta pan wo (tabemasu).
Eu como. O pão que minha mãe fez eu como.

Analisando assim dá pra perceber que realmente o último verbo de cada parte é o predicador e por isso é ele que recebe o ます. Mas na vida real ninguém tem tempo pra ficar fazendo esse tipo de análise, manja? Durante uma conversa ou quando tá escrevendo um texto ninguém vai ficar pensando “opa aqui tem um ∅, aqui tem outro e pá”. Por isso focar em entender qual é o verbo que encerra o pensamento que você quer expressar é mais útil, pois aí independente da posição dele na fala ou no texto você vai conseguir encaixar o ます de forma correta!

 

Expressões que usam ます

Tem um monte de expressões que a galera ensina como se fossem palavras mas na real são simplesmente a combinação de outras palavras! Se liga nuns exemplos em que isso acontece usando ます!

  • おはようございます: お+はやい+ござる+ます
  • いってきます: く+る+ます
  • すみません: む+ません
  • いらっしゃいませ: いらっしゃる+ませ

SE LIGA!
Aí patrocinadores do projeto TA68MADA tem acesso a benefícios exclusivos! Clica no botão pra saber mais sobre isso!

PATROCINE O PROJETO AQUI!

Por hoje é só mano! É nois que voa!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *